7 erros que impedem mulheres de subir na carreira

O avanço das mulheres no espaço corporativo ainda é muito lento e a participação das mulheres em cargos de gestão vem diminuindo nos últimos anos. A diferença salarial é outro elemento cruel entre os gêneros, assim como as oportunidades que são oferecidas para cada um.

Em busca de crescer no mercado e conseguir ocupar um maior espaço profissionais e subirem na carreira, muitas acabam cometendo erros que acabam piorando a situação.

1 – Espera por reconhecimento  

Qualquer profissional, seja homem ou mulher, precisa ter em mente que a ideia de noção de valor vai de acordo com cada um. Muitas vezes, você pode pensar que o que está fazendo no trabalho é algo que merece atenção. O problema é que a outra pessoa pode não achar o mesmo.

Por isso, é que é importante descobrir e entender qual é o seu próprio valor e ficar esperando pelo reconhecimento por parte de outras pessoas. Infelizmente, boa parte das mulheres foram criadas com o reforço positivo, em que o reconhecimento dela precisa passar pelo outro. O recomendável é fazer sempre um autoquestionamento em relação ao tipo de reconhecimento que deseja. Se você pensa que é o agradecimento de terceiros, quer dizer que não dá valor a si mesma.

Uma mulher que não consegue ver o seu próprio valor, acaba caindo em situações em o ambiente machista acaba consumindo-a. Não deixe que comentários machistas perturbem você. Basta mostrar que é boa com seu trabalho e que sua competência não tem nada a ver com o seu gênero. Você só está na posição atual no seu trabalho, porque merece e se esforçou para isso. Sempre haverá algum tipo de provocações, mas lembre-se de que o importante é saber que o lugar é seu por merecimento, independente do que os outros falem.

2 – Ter medo de marcar uma posição mais firme

Não há como ser boazinha o tempo todo, e sempre haverá momentos em que ficará com a sua paciência no limite. Por mais que goste de manter sempre o controle, algumas situações tornam difícil demais reagir com passividade, e você pode explodir e reagir sem pensar. Isso não é necessariamente algo errado desde que, depois, você pare para analisar a situação e, se for parecido, mudar de atitude. O importante é procurar ser justa com as outras pessoas e consigo mesma

3 – Não!

Se você não souber dizer “não” acabará tendo inúmeros problemas. Acabará ficando sobrecarregada e terá o desenvolvimento da carreira prejudicado. Sem uma boa percepção de si mesma a carreira não vai deslanchar. O medo da rejeição e a ideia de que sendo perfeita poderá ser reconhecida como quer ou conseguirá ter a sua sonhada promoção, pode causar um acúmulo de tarefas, causando fadiga e estresse.

Nada de assumir mais responsabilidades do que consegue lidar. Esse tipo de atitude aumenta as chances de que cometa erros. Procure fazer só aquilo que consegue, mas da melhor forma possível.

4 – Busca pelo perfeccionismo

A procura pela perfeição é algo bem cruel, pois leva ao pensamento de que é possível encontrar uma forma de nunca cometer erros. Aí, quando o erro surge, você pode achar que não há uma saída e só ver o fracasso em sua frente. Para ter sucesso em qualquer área da vida, é preciso aceitar que todos falham em algum momento. Porém, isso, também, não pode ser usado como desculpa para os próprios erros. Além disso, o sucesso só vem, a partir do momento em que erra e consegue ver o que precisa mudar e ser corrigido.

5 – Não sentir que é boa o suficiente

O pensamento de que não é boa o suficiente, que pode impedir o avanço na carreira, começa quando ainda é criança. A coisa é mais difícil para aquelas que estão em áreas profissionais que são extremamente mais exigentes e para aquelas que trabalham cercada de homens. Essas situações ajudam a aumentar as dúvidas e as inseguranças.  Para aprender a lidar com elas, é bom exercitar o autoconhecimento, reconhecer as próprias conquistas, definir suas expectativas de forma mais realista e avaliar os meus pontos fortes e os diferenciais.

6 – Comparação

A comparação com outras pessoas fará com que você deixe passar a oportunidade de ver a real dimensão daquilo que conquistou com próprio esforço.

7 – Diminuir as suas conquistas para não passar a ideia de que é arrogante

Esse tipo de atitude já é bem antiquada e sempre valorizou mais as características masculinas, sendo que a modéstia ficava ligada a imagem da mulher. Se você é boa no que faz não precisa ficar se diminuindo. Ainda, há muitos que vêm com maus olhos pessoas, principalmente as mulheres, com boa autoestima e com bom conhecimento de si mesmos. Isso, erroneamente, é interpretado como arrogância e não como uma avaliação simples da realidade. 

Redação: Gabriele Ferreira


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Bloqueado Para Copia