5 segredos para impulsionar a carreira feminina

O mercado de trabalho pode ser bem difícil e injusto para as mulheres. Elas recebem menos que os homens e poucas trabalham em uma posição de   liderança. As mulheres também sofrem com o assédio e preconceito todos dias.

Dicas para as mulheres para ter uma carreira de sucesso

1 – Conexões  

É preciso ter um conhecimento total sobre os negócios da empresa e ficar de olho nos acontecimentos que ocorre no setor. Lembre-se de que mudanças na economia e nas relações políticas podem transformar o mercado em que se atua. O reconhecimento ajuda na hora de colocar em ação mudanças que melhorem a organização, com bons resultados. Isso ajuda nas promoções e permite que o profissional passe por diferentes áreas da empresa com um suporte estratégico.

Isso impede que as conexões fiquem limitadas e ajuda no conhecimento de como é o trabalho nos diferentes departamentos da empresa. É importante manter contato com profissionais que não atuam na empresa e usam suas experiências de trabalho deles para ajudar a crescer na carreira. Ampliar a rede de contatos é recomendado para qualquer profissional.

2 – Fatos  

Em boa parte das empresas, as informações ligadas à diversidade e inclusão são fragmentadas. Para que possam ocorrer mudanças, é necessário estabelecer qual o será o ponto de partida, utilizando dados concretos e, talvez mudar a abordagem.

Os dados mais importantes são quantidade de homens, mulheres que trabalham na organização suas representatividades em diferentes lugares, unidades, departamentos e estrutura. Depois é preciso fazer o mapeamento com o uso dos dados no ciclo de vida da promoção, engajamento e recrutamento.

Com tudo isso, é possível construir um modelo de como será a evolução e como saber o quão longe a empresa está de conseguir alcançar as metas.

3 – Não se limite

Não fique dependente de outras pessoas para estabelecer limites para você. É preciso ter cuidado e evitar pensamentos que lhe desmereça ou que impeça de reconhecer as suas realizações. Além de acabar com as barreiras que dificultem o caminho das mulheres que desejam alcançar subir em suas empresas. É necessário acabar com a cultura machista da sociedade. Por isso, é importante dar cada vez mais força para as mulheres e meninas tenham interesse em obter mais informação referente a processos, programação e aptidão com técnicas que ajudem a transformar a sociedade para que não tenha profissões ou departamentos masculinos.

4 – Cultura inclusiva

Mesmo em um espaço em que vigora a mesma cultura e normas, podem ter profissionais com diferentes níveis de experiências e perfis. No caso dos homens, a liberdade de expressão vai aumentando conforme a experiência. Para as mulheres que estão em posições de liderança apresentam um menor ânimo para mostrar os seus pontos de vista e opiniões no ambiente de trabalho.

Além de começar com uma implementação de atitudes relacionadas com a diversidade e a inclusão, com a construção de uma cultura mais inclusivas e o conhecimento de que diferentes grupos dependem do jeito como tudo isso é comunicado. Dessa forma, as empresas devem estruturar formas para as comunicações relativas à diversidade e a inclusão.

5 – Hierarquias e liderança

É importante mostrar a capacidade de exercer uma liderança firme e com comprometimento. Isso ajuda a criar mais oportunidades iguais para pessoas capazes em diversos tipos de trabalho.

Os temas relacionados à diversidade e a inclusão devem ter suas abordagens como qualquer outra estratégica de uma organização, para conseguir um compromisso da alta gestão, um maior engajamento da liderança com comprometimento de metas e prazos, colocar em ação e celebrar comportamentos positivos, e um monitoramento nos resultados e pedir feedback.

O que pode atrapalhar

Vida pessoal prejudicando a profissional

Boa parte das mulheres sofrem com o estabelecimento de prioridades e acabam tendo problemas de ascender na carreira. Muitas mulheres acabam abrindo mão do crescimento profissional, porque acabam priorizando mais a família do que o trabalho e procuram ter uma vida mais equilibrada.

Diferença de estilos nos gêneros

As mulheres que ocupam cargos mais elevados tendem mais a acreditar que a diferença de estilos entre elas e os homens é o que mais prejudica o seu crescimento de carreira.

Algumas acreditam que os chefes possuem uma maior propensão de promover ou escolher profissionais que tenham um estilo parecidos com os seus. Mas, é preciso entender que maioria nos cargos de liderança são ocupados pelos homens, e o resultado acaba sendo bem óbvio.

Perspectiva organizacional

As mulheres mais pessimistas em relação à situação delas no mercado de trabalho, são as mais jovens que estão em cargos juniores. A metade acredita que os homens possuem uma maior propensão de promover e indicar profissionais de estilo parecido com os deles.

Aqueles que possuem pouca idade e inexperiência no mercado, precisam ver mais exemplos de mulheres em lugares de liderança para uma reflexão melhor sobre a situação.

Redação: Gabriele Ferreira


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Bloqueado Para Copia